Notice: WP_Scripts::localize foi chamada incorretamente. O parâmetro $l10n deve ser um array. Para passar um dado arbitrário para os scripts, use a função wp_add_inline_script() ao invés. Leia como Depurar o WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 5.7.0.) in /home/storage/4/62/0b/potencializeeducacio/public_html/wp-includes/functions.php on line 5663

Como os pais podem ajudar na rotina de estudos das crianças?

Por que devemos nos preocupar com a procrastinação?
9 de novembro de 2020
É a reta final… O que fazer?
27 de novembro de 2020
Show all

Como os pais podem ajudar na rotina de estudos das crianças?

Desde o início do isolamento social, a rotina de todos mudou drasticamente. As crianças, sem o ambiente de socialização escolar e os momentos de brincadeira com os colegas, estão, como é esperado, apresentando dificuldades de se acostumar com esse período atípico. Prestar atenção nas aulas por meio de uma tela de computador e ficar sentado sozinho por mais de trinta minutos são tarefas que, se para um adulto é difícil, para os pequenos é quase torturante. Como, afinal, tornar esse momento mais prazeroso e melhorar a relação do seu filho com os estudos em casa? 

Para isso não existe fórmula mágica, mas pequenos hábitos e práticas que podem mostrar a criança as coisas boas. Em geral, o objetivo que se deve ter é  de aproximar o dia a dia de isolamento ao máximo do que era a rotina em escola. 

Ter horários específicos, ou seja, não acordar no horário da aula, se arrumar (acordar 20/30 minutos antes, se vestir – para algumas crianças, o uso do uniforme pode ser legal) para estudar e criar toda uma estrutura rotineira de estudos é o que vai fazer a diferença. Dividir os horários de estudo em intervalos de lazer (de preferência, não nas telas) para que a criança não se fatigue ao final do dia e fazer pequenos lanches agradáveis e recompensas que aumentem o engajamento da criança é uma possibilidade.

Assim, ter um ambiente específico para o estudo é fundamental. A associação ambiente e estudo precisa ser clara o bastante para a criança conseguir se concentrar. Se existem muitas distrações a sua volta, brinquedos, celulares, barulho e um espaço desconfortável, dificilmente isso vai ocorrer. Então, separar uma mesa e cadeira em um espaço silencioso e bem iluminado para dedicar às atividades da escola é muito importante. 

Além disso, se os pais não se importam com os estudos do filho, a criança também não irá se importar. Demonstrar preocupação com o assunto que está sendo aprendido, tentar auxiliar nas tarefas e discutir as questões com a criança deve ser prática tanto em isolamento social quanto no contexto de normalidade. Separar de trinta a quarenta minutos para isso já ajuda. No momento atual é, ainda mais do que antes, importante que a relevância do que está sendo estudado seja reforçado na criança. 

O objetivo é criar uma rotina de dedicação, mas que não deixe de ser prazerosa 

Usar ferramentas como um quadro branco para escrever as tarefas da criança na semana e o que precisa ser feito pode auxiliar na criação de uma rotina. Incentivar a leitura e o aprendizado fora do que é pedido pela escola é uma prática que vai ajudar a criança a ser mais autônoma no futuro. Além disso, gerenciar o relaxamento, o nível de estresse é necessário para que a criança tenha uma maior dedicação aos estudos.

Por fim, não exija que seu filho fique 100% atento a aula, nem que todas as tarefas escolares sejam feitas. Às vezes, ser muito exigente, principalmente nesse contexto, pode trazer resultados piores do que ser mais flexível e ainda, cultivar na criança uma relação negativa com o ato de estudar. No momento atual, o importante é que os estudos sejam uma responsabilidade rotineira, mas também prazerosa. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar em contato
Olá tudo bem? Posso ajudar ?